Escolha uma Página

Muitos médicos quando começam a utilizar o marketing digital para atrair mais pacientes cometem erros simples  mas que podem gerar muitos problemas em relação as regras do marketing médico estabelecidas pelo Conselho Federal de Medicina.

Para ajudar você a se livrar destas dores de cabeça e evitar qualquer tipo de problema com a sua divulgação e o CFM eu reuni neste artigo 5 erros muito comuns que os médicos iniciantes no marketing digital.

Confira:

1. Divulgação de preços e promoções

Na tentativa de divulgar  cirurgias e tratamentos, alguns médicos publicam em seu site ou nas redes sociais o valor dos procedimentos e as formas de pagamento e parcelamento dos mesmos.

O CFM proíbe este tipo de divulgação. Se se você deseja divulgar seu trabalho nas redes sociais a melhor maneira é deixar seu telefone e o seu endereço para que o próprio paciente entre em contato com você. Assim sua secretária pode informar da maneira correta quais são os preços e condições de pagamento

2. Divulgação de equipamentos

Devido ao alto investimento em equipamentos da clínica ou do consultório, muitos médicos publicam anúncios e conteúdos relacionados à estes tipos de equipamentos com o objetivo de se diferenciar e se destacar dos outros médicos que oferecem tratamentos semelhantes.

Esta também é um tipo de prática proibida pelo CFM pois pode gerar nos pacientes a sensação de que o aparelho garante sucessos no tratamento.

Na sua comunicação você precisa EVITAR qualquer tipo de frase ou texto que dá a sensação ao paciente que algum resultado é mais rápido, mais barato ou de qualquer maneira garantido.

3. Fotos antes e depois

Por mais que você esteja orgulhoso do tipo de tratamento que realiza com seus pacientes, compartilhar fotos de resultados com fotos “antes e depois”, mesmo sem expor identidade do paciente é totalmente proibido pelo CFM.

Ao invés de publicar fotos com antes e depois, eu indico que você pode publique artigos respondendo as dúvidas mais comuns sobre determinado tipo de tratamento.

Um conteúdo nas redes sociais ou no seu site que responde as dúvidas mais comuns ajuda o seu paciente a encontrar a melhor solução de tratamento que muitas vezes pode ser com você.

4. Selfie e fotos de pacientes em material promocional

Independente do seu grau de proximidade com o seu paciente, é terminantemente proibido utilizar a fotografia dos mesmos no seu site, nas redes sociais ou em qualquer outro canal de comunicação.

Você pode até dizer que muitos colegas seus utilizam e publicam fotos com os pacientes o tempo todo, mas saiba que o CFM proíbe este tipo de ação. Publicar estes tipos de conteúdo pode

5. Se posicionar como único ou exclusivo

Devido a alguns vícios da publicidade de varejo, alguns médicos utilizam expressões como ” o melhor “, “o único “, ” Somente na nossa clínica” e muitas outras variações.

Assim como citado no item anterior, o CFM proíbe frases que possam dar a entender que o paciente possui qualquer tipo de resultado  ou vantagem específica ao se consultar com você.

DICA EXTRA

Ao se posicionar nas redes sociais ou na produção de conteúdo para o seu site ou blog a maior dica que eu posso te dar para você fazer um marketing médico de maneira ética e segura em relação às regras do CFM é:

Solucione as dúvidas mais comuns do seu paciente!

Não busque falar de equipamentos, dos seus títulos, congressos que participou ou de preços e promoções. Simplesmente crie conteúdos para ensinar e conscientizar o seu paciente.

Faça isso com base nestas 5 dicas que eu dei para você aqui que dificilmente você vai cometer algum erro que possa trazer problemas para você com as regras de marketing médico.

Ainda tem dúvidas sobre as regras de marketing médico?